sábado, 1 de agosto de 2009

Bolívia: estreou-se aos 12 anos, saiu quatro dias depois

Há dias, foi notícia por se ter estreado num escalão principal, o boliviano, com 12 anos. Agora, já com os 13 cumpridos, Mauricio Baldivieso já não é jogador do Aurora, clube em que se estreou.
O pai de Mauricio, o ex-internacional boliviano Julio César, que lançou o filho, também já não ocupa o cargo de treinador do clube de Cochabamba. A saída dos dois está relacionada com a alegada proibição do clube em permitir que Mauricio disputasse o Torneio de Clausura boliviano.

Julio César disse a uma canal de televisão que o clube o obrigou a escolher: o Aurora ou Mauricio. «Preferi deixar o Aurora. Certamente que a estreia do meu filho terá tocado fundo em alguns dirigentes por causa dos seus fracassos pessoais», acusou o ex-treinador do Aurora: «Isto é uma vingança contra mim e contra o meu filho.».

«O país e o mundo têm de saber que na Bolívia cortam os pés a quem tem talento. O Mauricio não vai continuar numa equipa em que não querem dar oportunidade a pessoas com talento», atirou ainda o pai do jovem jogador.

O presidente do Aurora, José Luis Montaño, disse apenas que o clube decidiu terminar o contrato com Baldivieso «por questões internas que não serão tornadas públicas».

Recorde-se que Mauricio Baldivieso estreou-se no passado domingo no escalão principal do futebol boliviano na derrota do Aurora frente ao FC La Paz. Na quarta-feira, completou 13 anos. Os dirigentes do Aurora não terão aprovado a intenção de Julio César de fazer o filho alinhar de novo, desta vez contra o Oriente no jogo de sábado.



height="344">
Enviar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...