segunda-feira, 30 de setembro de 2013

Sorteio da Taça de Portugal: Grandolense visja até à Sertã


O sorteio da terceira eliminatória da Taça de Portugal teve lugar esta segunda-feira, no Auditório "Manuel Quaresma", e já incluiu equipas da Liga Zon Sagres.
A cerimónia decorreu na presença de Rui Manhoso, vice-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, que desejou uma eliminatória cheia de fair-play e deu o mote antes do emparelhamento das equipas: "Bom sorteio, bons jogos, bom futebol."

Os jogos desta terceira eliminatória da Taça de Portugal realizam-se no dia 20 de Outubro.

Eis o resultado do sorteio:
Esperança de Lagos (CNS) - Rio Ave (I)
Marítimo (I) - Freamunde (CNS)
Cinfães (CNS) - Benfica (I)
Varzim (CNS) - Arouca (I)
Benfica CB (CNS) - Chaves (II)
Santa Maria (CNS) - Nacional (I)
Loures (CNS) - AD Oliveirense (CNS)
Lusitano Vildemoínhos (CNS) - Olhanense (I)
Vitória FC (I) - Alcanenense (CNS)
Louletano (CNS) - Famalicão (CNS)
Fátima (CNS) - Vitória SC (I)
Moreirense (II) - Estoril-Praia (I)
Sertanense (CNS) - Grandolense (D)
Feirense (II) - Farense (II)
Fafe (CNS) - Piense (D)
Gafetense (D) - SC Braga (I)
Camacha (CNS) - Vilaverdense (CNS)
Ribeirão (CNS) - S. João Vêr (CNS)
Aljustrelense (D) - Aves (II)
Mafra (CNS) - Beira-Mar (II)
Atlético (II) - Sta. Eulália (D)
UD Oliveirense (II) - Paços de Ferreira (I)
Gil Vicente (I) - Caldas (CNS)
Leixões (II) - Felgueiras (CNS)
Belenenses (I) - Académica (I)
Portimonense (II) - Cova da Piedade (CNS)
Penafiel (II) - Operário (CNS)
FC Porto (I) - Trofense (II)
U. Leiria (CNS) - Tondela (II)
Covilhã (II) - Sta. Clara (II)
Sporting (I) - Alba (D)
Oriental (II) - Académico de Viseu (II)

I: Liga Zon Sagres
II: Liga 2 Cabovisão
CNS: Campeonato Nacional de Seniores
D: Campeonatos Distritais

domingo, 29 de setembro de 2013

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

domingo, 22 de setembro de 2013

Futebol - Taça Distrital - U.Santiago venceu, StºAndré empatou, V,Gama perdeu



Futebol Masculino - Taça de Portugal - "O Grandolense" na próxima eliminatória

2ª Eliminatória
Maria da Fonte 2-3 "O Grandolense"
(após prolongamento)

sexta-feira, 20 de setembro de 2013

segunda-feira, 16 de setembro de 2013

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

segunda-feira, 9 de setembro de 2013

Taça de Portugal - "O Grandolense" já conhece o seu adversário na 2ª Eliminatória

Decorreu esta segunda-feira, na Sede da FPF, o sorteio relativo à segunda eliminatória da Taça de Portugal, cujos jogos terão lugar a 22 de setembro.

As 96 equipas em competição (as que ultrapassaram a primeira eliminatória e os representantes da Liga 2) ficaram a conhecer os seus adversários na segunda ronda da prova rainha do calendário nacional.

Eis o resultado do sorteio:

São João Ver – Lusitano VRSA
Cerveira - Cova Piedade
Académico Viseu - Nogueirense
Beira-Mar - Grijó
Santa Eulália – Ninense
Felgueiras - Bustelo
Maria da Fonte - O Grandolense
Fátima - Ideal
Vilaverdense - Riachense
Varzim – Espinho
Lusitano Vildemoinhos – CF Benfica
Esperança de Lagos – Pedras Rubras
UD Oliveirense - Os Limianos
União Leiria – Marinhas
Covilhã - Tourizense
Ribeirão – Juventude Évora
Estarreja - Cinfães
Benfica Castelo Branco – União Madeira
Pinhalnovense - Santa Clara
Marinhense – Caldas
Santa Maria - Cesarense
Atlético – Mirandela
Alba – Grupo União Sport
Loures - Carapinheirense
Tondela – Torres Novas
Alcananense - Barreirense
Famalicão – Eirense
Leixões - Sacavenense
Farense – Lusitânia Lourosa
Mafra - Oriolenses
Gafetense - Sourense
Fabril - Operário (Açores)
Fafe – Perafita
Freamunde - Ronfe
AD Oliveirense – Vizela
Piense - Cernache
Castrense – Camacha
Chaves – Avanca
Penafiel - Tirsense
Moreirense - Merelinense
Boavista - Portimonense
Mineiro Aljustrelense – Igreja-a-Nova
Trofense – Pedras Salgadas
Louletano - Praiense
Sertanense - Amora
Feirense - Sousense
Oriental - Aliados Lordelo
Gondomar – Aves

sábado, 7 de setembro de 2013

O União de Santiago do Cacém procura regressar ao futebol nacional: Um patamar digno da sua história


Fundado há quase 75 anos, o União Sport Clube, de Santiago do Cacém, procura inverter o ciclo descendente que iniciou no final da época 2004/2005 com a queda nos regionais da AFSetúbal.

Após seis épocas consecutivas a disputar o campeonato distrital da 1.ª Divisão, no ano de 2011 caiu mesmo no segundo escalão do futebol setubalense. Na última temporada deu sinais de recuperação e conseguiu o título da 2.ª Divisão Distrital e a subida ao escalão principal. João Barbosa Direito, técnico que chegou há dois anos ao clube, revelou que “o União de Santiago iniciou um processo de recuperação com alguma dinâmica e organização, com uma nova direção que fez um trabalho de base a partir da 2.ª Divisão Distrital da AFSetúbal, e temos uma equipa coesa, humilde e trabalhadora”.

Mas houve necessidade de fazer essa “travessia no deserto”?
Não conheci bem esse trajeto, porque nos três anos anteriores estive no Vasco da Gama de Sines. Entretanto, nesse processo de reorganização do União fui convidado para treinador e esta será a minha segunda época no clube.

Mas existem sinais de o clube ter ultrapassado as dificuldades?
Penso que sim, tem uma direção muito dinâmica. Nos tempos que correm para se pôr um clube a funcionar isso é uma vantagem. É preciso dar alguma dinâmica e alguma responsabilidade também aos jogadores e aos treinadores, de modo a estarem na mesma sintonia da direção. O clube é um histórico nesta região e merece estar noutro lugar. Estamos a fazer tudo com tranquilidade, sabemos que se adivinha este ano um campeonato muito difícil, porque desceram muitas equipas dos nacionais, mas nós estaremos lá com vontade de sermos fortes e de nos posicionarmos num lugar cimeiro. Se tivermos ambição para sermos os primeiros será mais fácil fugirmos do fim ou do meio da tabela.

E os objetivos, mais concretamente?
Olhe, eu vou ser muito sincero. Quando me convidam para treinar um clube, proponho sempre como meta o primeiro lugar. E porquê? Porque o primeiro lugar obriga toda a organização, jogadores, treinadores e diretores a entrarem em cada jogo para ganhar. Será mais fácil jogar para ganhar, sem medo de perder, do que estar a jogar para cumprir calendário. Se uma direção trabalha arduamente para dar boas condições à equipa, então nós também temos que corresponder. E depois é a competição, e o que é a competição? São equipas em confronto num calendário vasto em que no final se vê quem é o melhor. Se formos os melhores é porque conseguimos os objetivos, se não formos é porque houve alguém melhor do que nós e só temos que respeitar.

Como caracteriza o plantel que tem à disposição?
Este ano a equipa mantém quase todos os jogadores que estiveram connosco na 2.ª Distrital, com alguns atletas que vieram comigo do Vasco da Gama. Houve cinco juniores que subiram a seniores e ficaram no clube, e é por aí que temos que começar, mas também fomos a Alcácer do Sal buscar alguns reforços com alguma qualidade. Será com este misto de juventude e alguma veterania que, ao longo do tempo, iremos passando a experiência aos mais novos, para depois podermos cimentar uma organização interna forte, que nos dê mais segurança e coesão para o futuro.

E com as excelentes condições de trabalho que o Miróbriga oferece…
As condições de trabalho são cada vez melhores, prepara-se a implantação de um sintético sobre o pelado que é alternativa ao relvado natural, e essa opção irá dar-nos melhores condições. Temos um bom relvado, muito bem tratado, um bom ginásio, um posto médico que nos dá uma boa assistência e é com essa capacidade que, se calhar, vamos conseguir os objetivos. Vamos fazer tudo por isso.

Tradicionalmente o campeonato é muito competitivo?
Sem menosprezar a qualidade de alguns campeonatos distritais, o de Setúbal, pela sua proximidade de Lisboa, tem equipas muito fortes. Este ano como desceram, pelo menos, quatro equipas dos nacionais, será uma prova muito competitiva, com um lote de históricos que farão tudo para chegar ao primeiro lugar. É difícil, já fiz três campeonatos destes pelo Vasco da Gama, conseguindo boas classificações e vencemos uma edição da Taça, e quero repetir estes êxitos com o União para que o clube se posicione num patamar condigno com a sua história.

Os adeptos estão em sintonia com o clube?
Andaram muito afastados, estavam um pouco desanimados. Quando a equipa desceu aos regionais, houve ali dois ou três anos em que se afastaram bastante. Mas é a equipa que tem que puxar os adeptos para poderem participar nos seus êxitos; se não for uma equipa bem-sucedida, ou não andar próximo do êxito, eles afastam-se. No ano passado, como fomos campeões, conseguimos reaproximar o público e os adeptos do União. Este ano faremos tudo para que isso se mantenha, com bom futebol e vitórias, oferecendo aquele espetáculo que as pessoas gostam de ver.

Plantel 2013/2014:
Guarda Redes: Paulo Freitas, Carlos Pereira e João Carradinha (ex-Alcacerense); 
Defesas: Luís Varela, Ruca, Luís Carradinha, Jorginho, Cadu (ex-Vasco da Gama), Hélder Baixinho, Sampaio (ex-Vasco da Gama), Daniel e Tito; 
Médios: João Guedes, Bruno, Daniel Direito, Paulinho, Vítor Reis (ex-Vasco da Gama) e Diogo Filipe (ex-Vasco da Gama). 
Avançados: João Batista, Idi (ex-Vasco da Gama), Caixeirinho, Aldenir, Bernardo Rosa (ex-Alcacerense) e Fábio Mateus.

Notícia retirada do Diário do Alentejo
Texto e Foto - Firmino Paixão

Cercalense - Abertura da Época 2013/2014


terça-feira, 3 de setembro de 2013

Taça Distrital da AF Setúbal - Clubes e Calendário da Série A



Taça Distrital da AF Setúbal - Clubes e Calendário da Série B



Taça Distrital da AF Setúbal - Clubes e Calendário da Série C



Taça Distrital da AF Setúbal - Clubes e Calendário da Série D



Taça AF Setúbal arranca dia 15 de Setembro


Três séries de cinco equipas e uma com seis formações formam o quadro competitivo da fase inicial da edição desta época da sempre entusiasmante Taça AFS. 

A Série "A" reúne Amora, Arrentela, Estrelas do Faralhão, Vasco da Gama e U. Banheirense. Na "B" encontram-se Grandolense, Est. Santo André, Alcochetense, Alfarim e Ol. Montijo. O grupo "C" vai envolver as equipas do Fabril, Real, AD Quinta do Conde, Charneca de Caparica e Sesimbra. Para a Série "D", a única que conta com seis clubes representados, os concorrentes são: Beira-Mar de Almada, Paio Pires, Almada, U. Santiago, C. Indústria e Pescadores.

A edição 2013/14 da Taça AFS conheceu o sorteio da primeira fase da prova no dia 28 de Agosto, mas a AF Setúbal decidiu adiar a divulgação oficial dos jogos, em virtude dos desfechos dos jogos em que participaram as equipas do Amora e Fabril na Taça de Portugal. Uma decisão que ficou a dever-se à entrada 'fora de horas' do Monte de Caparica nas contas do sorteio, mas de forma condicionada.

Recorde-se que a participação do Monte de Caparica na presente edição da Taça AFS apenas seria efectivada caso Amora e/ou Fabril tivessem sido eliminados na I eliminatória da Taça de Portugal, o que não aconteceu. Assim, e tal como devidamente explicado pelo presidente da AF Setúbal, Sousa Marques, por ocasião do sorteio da prova, o Monte de Caparica fica fora da Taça AFS 2013/14.

O Grandolense é o actual detentor do troféu. Desde o regresso da competição, Vasco da Gama (2011) e Barreirense (2012) levantaram igualmente a Taça AFS.  

A AF Setúbal vai promover esta quinta-feira, dia 5, a partir das 15 horas, os sorteios dos calendários competitivos das seguintes provas distritais de futebol: Juvenis (1ª divisão), Iniciados (3ª Divisão) e Benjamins (equipas "A").

Condições Vantajosas na Realização de Exames Médicos Desportivos


A AF Setúbal e a Cofhist renovaram recentemente o Protocolo de Parceria entre as duas partes com vista à realização de Exames Médicos Desportivos Obrigatórios. Conheça o conteúdo do C.O. emitido pela instituição.
No sentido de permitir aos atletas filiados na AF Setúbal condições mais vantajosas para a realização dos exames médicos, a AF Setúbal promoveu a renovação com a Cofhist de uma parceria, por mais duas épocas.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Mensagens populares

Recomendamos ...